Buscar
  • AxisMed

Enxaqueca pode influenciar incidência de AVC e infarto

Atualizado: 23 de Mar de 2018

O risco em desenvolver alguns problemas cardiovasculares pode ser maior em pessoas que sofrem de enxaqueca. Confira a matéria completa.

A enxaqueca é uma condição incapacitante, que afeta milhares de brasileiros e muitas vezes não recebe a atenção e o tratamento adequados. E o problema não gira em torno somente das fortes dores de cabeça e prejuízos que isso traz ao dia a dia. Cientistas dinamarqueses e americanos identificaram que a condição está relacionada um risco maior de desenvolver problemas cardiovasculares, entre eles, AVC e infarto.


Os pesquisadores, vindos das universidades Aarhus, na Dinamarca, e Stanford, nos Estados Unidos, analisaram os dados de um levantamento feito entre 1995 e 2013 sobre a saúde dos habitantes da Dinamarca. Informações sobre mais de 50 mil pessoas que sofrem de enxaqueca foram comparadas às de 510 mil livres da doença. Para a amostragem, foram considerados pontos como a idade e o sexo, além de índice de massa corporal (IMC) e a presença de hábitos como o tabagismo.


As conclusões estão descritas abaixo:


· A cada mil pessoas com enxaqueca, 25 já sofreram um ataque cardíaco; em comparação a 17 (a cada mil) que não sofriam de cefaleia;

· A cada mil pessoas com enxaqueca, 45 sofreram um acidente vascular cerebral isquêmico – em comparação a 25 entre os mil que não sofriam de cefaleia;

· A cada mil pessoas com enxaqueca, 47 apresentaram fibrilação atrial (uma arritmia cardíaca que favorece o AVC) – em comparação a 34 entre os mil que não sofriam de cefaleia.


Os resultados revelaram, ainda, que as mulheres e os indivíduos especialmente sensíveis à luminosidade diante de uma crise enxaquecosa, possuem probabilidade ainda maior de desenvolver as complicações listadas acima. Por outro lado, os dados indicaram que males como insuficiência cardíaca não estão relacionados à incidência da cefaleia em questão.


Os estudos não demonstram até o momento uma relação completa de causa e efeito. Por outro lado, deixam mais clara a necessidade de que as pessoas que sofrem de enxaqueca redobrem os cuidados preventivos em relação às doenças cardiovasculares. Manter consultas regulares com um médico fidelizado, realizar o check-up anual e cuidar da saúde física e mental são as principais medidas básicas, que devem ser praticadas por todos, principalmente por aqueles que tem outros fatores de risco não modificáveis relacionados às doenças cardíacas.


*Por: Fernanda Rodrigues, Coordenadora de Marketing na AxisMed.


Fonte: https://saude.abril.com.br/medicina/enxaqueca-pode-estar-por-atras-de-avc-e-infarto-diz-estudo/

29 visualizações

AxisMed

Avenida das Nações Unidas, 13.797

Bloco II - 18 andar

São Paulo - SP

Acompanhe nossas redes sociais!

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

AxisMed 2020. Todos os direitos reservados.