Buscar
  • AxisMed

Bons ventos de recuperação sopram no setor da Saúde Suplementar

O setor de saúde suplementar passou por um período instável nos últimos três anos, com a perda de aproximadamente 3 milhões de vínculos. Se em dezembro de 2014 eram aproximadamente 50 milhões de usuários de planos de saúde, hoje são por volta de 47.

Por sorte, parece que os ventos estão mudando. Em comparação com o ano anterior, em 2018 a queda de beneficiários se estabilizou, apresentando leve crescimento de 0,2%. Não significa que está crescendo a ponto de reverter rapidamente as perdas, mas a estagnação já é boa notícia. As variações próximas do zero representam estabilidade, dando boas expectativas para o setor e trazendo esperança de melhorias.


O percentual de usuários dos planos de saúde com idade acima de 59 anos cresceu, em sinergia com o cenário de envelhecimento populacional e aumento na incidência de algumas doenças com o passar da idade. Em 2018, aproximadamente 166 mil pessoas passaram a fazer parte dessa faixa de idade, representando 2,5% a mais do que no ano anterior. Ponto positivo pois, conforme a idade avança, as pessoas tendem a valorizar mais a segurança, têm mais receio de doenças repentinas, possuem melhor estabilidade financeira e preocupam-se mais com a família.


Além destes dados, as variações regionais também dão bons sinais. 46 mil novos usuários estão concentrados no Sul, quase 33 mil no Nordeste e perto de 23 mil no Centro-Oeste. Todas estas regiões estão com crescimento positivo, com aparição de cadastros novos, comprovando a tendência de melhora.


Há ainda, uma grande expectativa de superação da crise financeira no Brasil e aumento dos empregos formais, o que beneficia, diretamente, a saúde suplementar. Atualmente, 66% da contratação de planos no Brasil é oriunda dos planos coletivos empresariais, aqueles que são adquiridos por empregadores e fornecidos aos colaboradores. A perspectiva é que a instabilidade econômica do país já esteja nos tempos baixos e, com isso, os números podem ultrapassar a estabilidade e começar a aumentar. Para a Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge), já se pode dizer que a saúde suplementar está retornando ao caminho do progresso. Eles esperam fechar 2018 com um total de 200 mil vínculos, numa alta de 0,6% em relação ao ano passado, totalizando 47,5 milhões de vinculados. Para 2020, almejam um número ainda maior como meta: 49 milhões de usuários.

53 visualizações

AxisMed

Avenida das Nações Unidas, 13.797

Bloco II - 18 andar

São Paulo - SP

Acompanhe nossas redes sociais!

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

AxisMed 2020. Todos os direitos reservados.