Buscar
  • AxisMed

29 de Agosto é o dia Nacional do Combate ao Fumo

O Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado em 29 de agosto, tem como objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco. Confira abaixo o texto que preparamos com as estatísticas sobre o tabagismo e o modelo de gerenciamento de saúde da AxisMed:

No Brasil, cerca de 200 mil pessoas morrem a cada ano com doenças precipitadas pelo fumo. De acordo com dados do INCA, quem fuma adoece duas vezes mais, em relação a um indivíduo não fumante. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) o tabagismo supera os níveis de morte, passando pela tuberculose, AIDS e até a malária.

O que mais preocupa, é que quem consome, sabe dos riscos causados, porém, ainda não consegue largar o cigarro.


Por que o fumo causa essas doenças?


O fumo causa muitos danos à saúde humana, principalmente no que diz respeito ao Sistema respiratório e cardiovascular. Ao utilizar cigarro, charuto, cachimbo e outros derivados do tabaco, estamos colocando no nosso organismo mais de 4.000 substâncias tóxicas, incluindo nicotina, monóxido de carbono e alcatrão.

O alcatrão e a nicotina são exemplos dessas substâncias maléficas ao organismo. Essa última substância age como estimulante do sistema nervoso central, eleva a pressão sanguínea e a frequência cardíaca, diminui o apetite e desencadeia náusea e vômito. Já o alcatrão, que é formado por várias substâncias, está ligado a doenças cardiovasculares, câncer, entre outras.


Mas... Ainda compensa parar de fumar?


Vale destacar que, após o uso do cigarro ser interrompido, o corpo pode recuperar-se dos danos causados pelo fumo, portanto, os prejuízos podem ser remediados. Acredita-se que após um ano sem fumar, os riscos já comecem a decrescer. Em relação aos riscos de infarto e câncer, estima-se que após 10 anos os indivíduos passem a ter os mesmos riscos de desenvolver essas doenças que uma pessoa que nunca fumou.

O melhor caminho é conversar com o médico de confiança! Ele poderá acompanhar o processo de cessação do tabagismo e avaliará qual o melhor tipo de tratamento de apoio. Hoje, o Sistema Único de Saúde (SUS) também oferece tratamento com uma abordagem cognitivo-comportamental, auxiliando o fumante a desenvolver formas de parar e permanecer sem o fumo.


O Gerenciamento de Saúde AxisMed


Na AxisMed, atuamos com uma equipe especialista em técnicas para mudança de hábitos. Nos programas de saúde, os participantes que desejam parar de fumar contam com consultores que os apoiam durante todo o processo, trabalhando a motivação, a autoeficácia, o planejamento e estabelecimento de metas, de acordo com os limites e particularidades de cada um. Um passo de cada vez, para que o risco de desenvolver complicações de doenças cardiovasculares e respiratórias vá diminuindo e o paciente, cada vez mais confiante, tenha força para se manter firme em sua conquista!



Referências:

http://pneumoblog.org.br/?p=4410

https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/datas-comemorativas/fumocombata-esse-mal.htm

http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/agencianoticias/site/home/noticias/2018/doenca-cardiovascular-sera-tema-dia-mundial-sem-tabaco

https://brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-nacional-combate-ao-fumo.htm

52 visualizações

AxisMed

Avenida das Nações Unidas, 13.797

Bloco II - 18 andar

São Paulo - SP

Acompanhe nossas redes sociais!

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

AxisMed 2020. Todos os direitos reservados.